Delhi – Apenas mais um dia em Paharganj

Quando reservamos nosso hotel em Delhi, no bairro de Paharganj o fizemos pela localização (próximo ao metrô e alguns lugares que visitaríamos) e também pelo preço dos hotéis (ótimo custo-benefício para mochileiros low cost como nós). O que não havíamos imaginado é encontrar um bairro onde a vida acontece de maneira tão intensa em cada centímetro de suas ruas e vielas, em cada janela, cada terraço e em cada ser que ali vive ou por ali transita. O hotel ficava em uma rua onde basicamente só há hotéis e restaurantes. Rua esta cortada por dezenas de vielas.

Nossa aventura pelo bairro começou no dia de nossa chegada em Delhi. Escolhemos no Google Maps uma pizzaria para o nosso jantar e saímos, seguindo as direções do mapa. No caminho, muita sujeira e um ambiente quase claustrofóbico, com vielas e becos escuros e muita, muita gente. Conforme avançávamos, as paredes das casa e comércios nos apertavam cada vez mais e vendo que a tal pizzaria provavelmente não existia, desistimos. Na volta, as centenas de olhares eram inevitáveis e sentíamos que nossa presença era exótica, éramos algo diferente para os olhos daquele povo. Jantamos no hotel e conversamos sobre o que vimos, ouvimos e sentimos. Havia algo ali, sem dúvida.

No dia seguinte, após voltarmos dos passeios, jantamos e após algumas cervejas, eu (Mateus) tomei coragem e decidi explorar o bairro para fotografar. A sensação inicial era de apreensão, pela câmera que tanto nos custou e pelos olhares desconfiados que recebi. Aos poucos, o medo foi dando lugar a uma sensação de estar sendo entendido e acolhido. Além da música, o sorriso também é uma linguagem universal e uma excelente maneira de comunicar-se. Dando e recebendo sorrisos, fui fotografando e após cada clique, mostrava a imagem para quem estivesse ao redor, mais sorrisos vinham e os poucos que falavam inglês comentavam: – Nice photo! Take one of my brother! Take one of me! Look at the cow! Pronto, naquele momento eu fazia parte daquele local e daquele povo. Voltei para o hotel e senti uma emoção muito forte, sendo difícil segurar as lágrimas. A Janine me perguntava o que havia acontecido e eu não conseguia explicar, então juntos voltamos para mais uma rodada de fotos pelo bairro. Mais olhares, mais sorrisos, mais humanos, mais emoções, mais Paharganj.

Já de volta no hotel, decidimos cancelar tudo que havíamos planejado para o último dia em Delhi e dedicar esse tempo para documentar em vídeo a rotina do bairro. E assim nasceu o primeiro filme do nosso projeto: Apenas mais um dia em Paharganj. 

Dica: Configure o vídeo para HD e use fones de ouvido!

Aqui também vão algumas fotos dos humanos do bairro:

DSC_0163.jpg

 

DSC_0152

 

DSC_0147

 

DSC_0177

 

DSC_0179

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s